Aprenda 5 características do Carregamento dos Carros Elétricos

A procura por soluções de transporte mais sustentáveis para o planeta do ponto de vista ambiental, bem como, o aumento generalizado do preço dos combustíveis, veio iniciar a revolução elétrica no setor automóvel. Na última década existiu um aumento enorme na capacidade nas baterias, o que consequentemente aumentou ao autonomia dos automóveis elétricos e aliada à expansão das redes de carregamento para os carros elétricos, tornam este tipo de veículos elétricos numa opção a considerar pelas pessoas.

Existem muitos aspetos acerca do carregamento dos veículos elétricos ou híbridos que são desconhecidos para os utilizadores dos carros elétricos e público em geral. Como tal elaboramos uma lista de 5 coisas que deveria saber sobre o carregamento dos carros elétricos e híbridos:

1 - Quanto tempo demora a carregar um carro elétrico ou híbrido?

O carregamento completo de um carro elétrico será sempre mais longo que um carro normal. O tempo que demora a carregar um carro elétrico depende essencialmente da capacidade de bateria e da capacidade máxima de carga que a bateria permite. De modo a ajudar a calcular o tempo de carregamento dos veículos, deixamos abaixo vários exemplos:

Exemplo 1

Veículo: Tesla Model S

Capacidade da Bateria: 100 kW

Capacidade Máxima de Carga: 16.5 kW

Carregamento: Wallbox com 3.7 kW

Cálculo: 100 kW / 3.7 kW = 27.03

O carregamento completo demora cerca de 27 horas.

Exemplo 2

VeículoToyota Prius Plug-in Hybrid

Capacidade da Bateria: 4.4 kW

Capacidade Máxima de Carga: 2.8 kW

Carregamento: Wallbox com 3.7 kW

Cálculo: 4.4 kW / 3.7 kW = 1.57

O carregamento completo demora cerca de 1 hora e 34 minutos.

Exemplo 3

VeículoTesla Model S

Capacidade da Bateria: 100 kW

Capacidade Máxima de Carga: 16.5 kW

Carregamento: Wallbox com 11 kW

Cálculo: 100 kW / 11 kW = 9.09

O carregamento completo demora cerca de 9 horas.

2 - Qual a diferença entre um carregamento com corrente monofásica ou trifásica?

As wallboxes que sejam alimentadas por correntes trifásicas, conseguirão ter uma capacidade máxima de carga sempre superior à monofásica, permitindo à partida carregamentos muito mais rápidos. As Wallboxes com correntes monofásicas conseguirão uma capacidade de carga até 7.4 kW, enquanto que as Wallboxes com correntes trifásicas conseguem cargas até 22 kW.

3 - Qual a diferença entre os modos de carregamento 1, 2, 3 e 4?

Atualmente no carregamento dos veículos elétricos ou híbridos pode ser efetuado de 4 formas, sendo que geralmente são designados por modo 1, 2, 3 e 4.

O modo de carregamento 1 é o carregamento do veículo através de um cabo diretamente ligado da tomada elétrica normal que pode ser encontrada em qualquer casa ao veículo. Este modo de carregamento não possui qualquer tipo de sistema de proteção adequado ao carregamento de veículos elétricos e híbridos e por isso não aconselhável o uso do mesmo para o carregamento de carros.

O modo de carregamento 2 utiliza sempre uma corrente monofásica que pode ser ligada em qualquer tomada doméstica. Este modo difere do modo 1 na medida, em que os cabos de carregamento já possuem a meio uma caixa, que através de fusíveis e outras tecnologias são capazes de interromper passagem elétrica em caso de sobreaquecimento ou descargas elétricas, protegendo os carros de problemas potencialmente perigosos.

O modo de carregamento 3 é o mais aconselhável para todos os utilizadores de veículos elétricos. Este sistema é o que possui o maior grau de proteção, porque consiste numa estação de carregamento, que visualmente é uma espécie de uma “caixa” que pode ser colocado num suporte em forma de coluna ou aparafusado na parede, que ligada à corrente elétrica (monofásica ou trifásica) e em conjunto com um cabo, geralmente do tipo 2, permite o carregamento de um veículo em segurança em qualquer rede doméstica ou empresarial.

O modo de carregamento 4 consiste em estações de carregamento públicas, localizadas em pontos específicos do nosso quotidiano, nas quais são fornecidas opções de carregamento muito mais rápidas quando comparadas com as unidades presentes nas redes domésticas. Alguns dos exemplos destas estações são: Tesla Supercharger, CCS e CHAdeMO. Este modo é semelhante aos postos de combustíveis normalmente adequados para os veículos de combustão.

4 - Qual a diferença entre a tomada tipo 1, 2 e 3?

Os carros elétricos não possuem todos a mesma tomada elétrica, isto é, o encaixe onde é colocado o cabo de carregamento não é igual em todos os veículos, existindo atualmente 3 tipos.

A tomada de tipo 1 é usada geralmente na Ásia. É uma entrada para corrente monofásica com capacidade de carga até 7.4 kW.

A tomada de tipo 2 é a mais usada na Europa. É uma entrada que pode ser encontrada em correntes monofásicas ou trifásicas. A comissão europeia definiu a entrada tipo 2 como o tipo standard em 2013. Nas estações de carregamento públicas na sua maioria possuem uma entrada para cabos de carregamento do tipo 2. Os veículos do tipo 1 e 3 também pode ser carregados nestas estações, mas necessitam de um adaptador para fazer a conversão.

A tomada de tipo 3 começou a ser usada na França e Itália maioritariamente antes da comissão europeia ter tornado a entrada tipo 2 como standard. Neste momento na França ainda é possível encontra algumas estações de carregamento com o tipo 3, sendo que desde 2013 as estações têm vindo a ser convertidas para o tipo 2. Nestas estações do tipo 3 é usada a corrente trifásica com carregamentos que podem ir até aos 43 kW.

5– O que é um sistema de carregamento alternado CCS (Combined Charging System) e CHAdeMO?

O sistema de carregamento CCS pode ser encontrado em estações de carregamento públicas, é baseada numa entrada do tipo 2 que possui 2 contatos de corrente contínua adicionais, aumentando assim a capacidade de carga para 350 kW.

O sistema de carregamento CHAdeMO, usado principalmente na Ásia, foi desenvolvido no Japão e tem uma capacidade máxima a rondar os 50 kW e é um concorrente ao sistema CSS usado na Europa e Estados Unidos da América.

NECESSITA DE MAIS ALGUMA INFORMAÇÃO?

Tem dúvidas relativamente ao carregamento indicado para si ou para a sua empresa? Deixe-nos os seus contactos, seremos o mais breves possíveis a entrar em contacto consigo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Notícias relacionadas