Entrevista da Centrocor à Revista Pós-Venda Acerca dos Produtos “No-Paint”

Entrevista da Centrocor à Revista Pós-Venda Acerca dos Produtos “No-Paint”

Foi solicitada à Centrocor por parte da Revista Pós-Venda, uma entrevista relativamente aos produtos “no-paint”, na qual foram reveladas alguma novidades.

“A Centrocor, para além de uma marca própria, é distribuidora de outras reconhecidas marcas do mercado de repintura. Agostinho Matos explicou este facto, e muitos outros, à Pós-Venda.

Quais são as principais marcas que comercializa de produtos “no-paint” para repintura?

Somos distribuidores das marcas 3M, Indasa, Mirka, Kovax, Car Repair System e Vision Refinish.

Algumas dessas marcas são representadas em “exclusivo” em Portugal (ou tem alguma marca própria)?

A marca Vision Refinish é uma marca própria da Centrocor. Quanto às restantes, não somos distribuidores exclusivos. Não obstante, atendendo à nossa forte implantação de mercado, somos “Distribuidores Premium” 3M.

Quais foram as mais recentes novidades lançadas ao nível dos produtos “no-paint”?

O processo de acabamento de veículos é aquele que tem recebido mais novidades. Estamos a investir na implementação de uma marca de abrasivos para o processo de acabamento “Kovax”. É uma marca que tem surpreendido pela sua excelente qualidade, com resultados consistentes e fácil de utilizar. Permite chegar a um polimento excecional muito rapidamente. Para além disso, estamos a lançar no nosso mercado uma nova massa de polir “3M”, sendo um produto melhorado em relação às antecessoras.

Está previsto lançar novidades de marcas ou produtos “no-paint” nos próximos tempos? Se sim, quais?

Apresentaremos em breve novidades em relação ao processo de mascaramento. Tratar-se-á de fitas de papel com melhores propriedades bem como será lançada uma nova fita “multifunções”. Procuramos oferecer processos cada vez mais rápidos e com resultados consistentes.

Alguns dos novos produtos “no-paint” são de aplicação mais técnica. Que meios disponibilizam às oficinas em termos formação técnica?

Ao contrário da tendência natural em diminuir a importância da qualidade dos produtos “non-paint” no processo de reparação, a verdade é que o impacto que estes têm na rentabilidade da oficina é enorme, logo deveriam ter toda a atenção dos profissionais e gestores. Para que as oficinas possam tirar máxima rentabilidade destes produtos, é imprescindível a formação dos profissionais, através de demonstrações e aplicações realizadas por técnicos especializados. Para isso, contamos com vários assistentes técnicos que nos permitem estar próximos das oficinas, a divulgar e a formar os profissionais de pintura.”

Os produtos “no-paint” são usados para proteger superfícies e elementos durante qualquer trabalho de manutenção, reparação, repintura ou limpeza.

Artigo publicado na Revista Pós-Venda no dia 27 de Fevereiro de 2019.

Partilhar esta publicação